Poemas de amor ? talvez..







M

E

N

U

theme: psiquiatrico, detalhes rm, ilt e ht.
 
                                                  Não me pergunte o porque 
Simplesmente acontece                                        
Eu não sei oque dizer 
Simplesmente me apaixonei 
E pelo jeito por você 
Não me peça uma explicação 
Porque de todas as coisas 
Essa é uma que eu não posso te oferecer
Só sei que me apaixonei 
Sem antes mesmo saber seu nome 
Suas qualidades ou defeitos 
Se era rico ou não 
Mas pelas suas expressões 
Pelas suas ações  
Mas nada disso te deu o direito 
De transformar meu mundo 
Destruir meus sonhos 
E me fazer duvidar do amor 
Mas fez isso sem minha autorização 
Entrou no meu mundo sem ser chamado 
E se fez dono dos meus pensamentos 
Você tem o poder de fazer me apaixonar de novo 
Somente com um olhar 
Porque isso ?
Eu também já me perguntei 
Mas essa resposta sempre me foge
Então não pergunte o porque
Simplesmente aconteceu      
                        
                             Ana Beatriz Alexandre de Sousa 
 

                                                  Não me pergunte o porque

Simplesmente acontece                                       

Eu não sei oque dizer

Simplesmente me apaixonei

E pelo jeito por você

Não me peça uma explicação

Porque de todas as coisas

Essa é uma que eu não posso te oferecer

Só sei que me apaixonei

Sem antes mesmo saber seu nome

Suas qualidades ou defeitos

Se era rico ou não

Mas pelas suas expressões

Pelas suas ações 

Mas nada disso te deu o direito

De transformar meu mundo

Destruir meus sonhos

E me fazer duvidar do amor

Mas fez isso sem minha autorização

Entrou no meu mundo sem ser chamado

E se fez dono dos meus pensamentos

Você tem o poder de fazer me apaixonar de novo

Somente com um olhar

Porque isso ?

Eu também já me perguntei

Mas essa resposta sempre me foge

Então não pergunte o porque

Simplesmente aconteceu     

                       

                             Ana Beatriz Alexandre de Sousa

 

 
                              Obrigado …
E tão engraçado…                            
Como tudo oque você quer
 E que as pessoas não vejam
Aquilo que te faz sofrer
Mas não importa o quanto você esconda
Eles descobrem…
Não quero ser fraca
Quero ser forte
E que nada possa me abalar
Oque tem de errado nisso?
Cerco-me de murros
Que deveriam ser impenetráveis
Que deveriam me deixar segura
Mas por quê?
Porque você tinha que derruba-los?
Só para deixa-los em pedaços…
E tão engraçado…
Porque você disse que não iria me machucar
E foi exatamente isso que fez
Acabou com minhas defesas
Roubou-me coração
Pra depois fazer
Oque eu exatamente temia
O jogou fora…
E foi ai que aprendi…
Não importa o quanto você o proteja
A única coisa que o seu coração quer é ser…
E ser amado…
Não importando se ira se ferir ou não
Ele só ira para ate conseguir o quer tanto quer…
Então te digo obrigado
Mesmo me fazendo sofrer
Você me fez aprender
Não deixar o medo de sofrer
Me impedir de tentar …
                             Ana beatriz Alexandre de Sousa

                              Obrigado …

E tão engraçado…                            

Como tudo oque você quer

 E que as pessoas não vejam

Aquilo que te faz sofrer

Mas não importa o quanto você esconda

Eles descobrem…

Não quero ser fraca

Quero ser forte

E que nada possa me abalar

Oque tem de errado nisso?

Cerco-me de murros

Que deveriam ser impenetráveis

Que deveriam me deixar segura

Mas por quê?

Porque você tinha que derruba-los?

Só para deixa-los em pedaços…

E tão engraçado…

Porque você disse que não iria me machucar

E foi exatamente isso que fez

Acabou com minhas defesas

Roubou-me coração

Pra depois fazer

Oque eu exatamente temia

O jogou fora…

E foi ai que aprendi…

Não importa o quanto você o proteja

A única coisa que o seu coração quer é ser…

E ser amado…

Não importando se ira se ferir ou não

Ele só ira para ate conseguir o quer tanto quer…

Então te digo obrigado

Mesmo me fazendo sofrer

Você me fez aprender

Não deixar o medo de sofrer

Me impedir de tentar …

                             Ana beatriz Alexandre de Sousa

 
O triste sentimento de amor
Seu rosto se alegra toda vez que o vê
Sem nem perceber um sorriso em seus lábios esta
Porém, não podia deixar de ignorar a palpitação no coração
 Um aperto ao ver o se distanciar e mais uma oportunidade passar
O medo atrapalha muitos romances
Mas porque o seu tinha que ser assim?              
Porque tinha que se sentir assim
Sentia que iria se sufocar aos poucos
Seu coração esta sufocando
Mas não pode mostrar suas tristezas a ninguém
Afinal não quer parecer fraca
Seu orgulho é grande demais
Às vezes não quer admitir como uma única pessoa
Tem tanto controle sobre você, basta ele abrir um sorriso
Ou talvez somente olhar em sua direção   
E você se apaixona de novo
Porque não pode simplesmente esquece-lo?
Por que…
Toda vez que o vê seu rosto se alegra
 Sem nem perceber um sorriso em seus lábios esta
Porém, não podia deixar de ignorar a palpitação no coração
Um aperto ao ver o se distanciar e mais uma oportunidade passar
Porque mesmo que esse amor a faz sofrer
Ele lhe da esperança de um futuro diferente
Porque você ama o jeito que ele sorrir
O jeito como ele fala
O jeito que ele mexe no cabelo
Apesar de ele te fazer sofrer, ele a faz feliz
E bom o amor às vezes faz milagres
Oque custa apenas tentar?  
                                                         Ana beatriz Alexandre de Sousa 

O triste sentimento de amor

Seu rosto se alegra toda vez que o vê

Sem nem perceber um sorriso em seus lábios esta

Porém, não podia deixar de ignorar a palpitação no coração

 Um aperto ao ver o se distanciar e mais uma oportunidade passar

O medo atrapalha muitos romances

Mas porque o seu tinha que ser assim?              

Porque tinha que se sentir assim

Sentia que iria se sufocar aos poucos

Seu coração esta sufocando

Mas não pode mostrar suas tristezas a ninguém

Afinal não quer parecer fraca

Seu orgulho é grande demais

Às vezes não quer admitir como uma única pessoa

Tem tanto controle sobre você, basta ele abrir um sorriso

Ou talvez somente olhar em sua direção   

E você se apaixona de novo

Porque não pode simplesmente esquece-lo?

Por que…

Toda vez que o vê seu rosto se alegra

 Sem nem perceber um sorriso em seus lábios esta

Porém, não podia deixar de ignorar a palpitação no coração

Um aperto ao ver o se distanciar e mais uma oportunidade passar

Porque mesmo que esse amor a faz sofrer

Ele lhe da esperança de um futuro diferente

Porque você ama o jeito que ele sorrir

O jeito como ele fala

O jeito que ele mexe no cabelo

Apesar de ele te fazer sofrer, ele a faz feliz

E bom o amor às vezes faz milagres

Oque custa apenas tentar?  

                                                         Ana beatriz Alexandre de Sousa 

 
                                       Um ladrão            
O amor é como um ladrão
Nunca avisa a hora e nem o lugar que vai aparecer
Ele só aparece e levar oque quer
Você é como um ladrão
Apareceu na minha vida sem avisar
E esta levando o meu bem mais precioso
Desarmou todos meus alarmes
Quebrou todas as minhas seguranças
Esta em meus pensamentos
Você esta roubando minha razão
 Você esta roubando meu coração
E eu estou deixando…
Eu estou cheia
Cheia de um futuro pra nos dois…
E isso não deixarei que roube de mim…
                                         Ana beatriz Alexandre de Sousa

                                       Um ladrão           

O amor é como um ladrão

Nunca avisa a hora e nem o lugar que vai aparecer

Ele só aparece e levar oque quer

Você é como um ladrão

Apareceu na minha vida sem avisar

E esta levando o meu bem mais precioso

Desarmou todos meus alarmes

Quebrou todas as minhas seguranças

Esta em meus pensamentos

Você esta roubando minha razão

 Você esta roubando meu coração

E eu estou deixando…

Eu estou cheia

Cheia de um futuro pra nos dois…

E isso não deixarei que roube de mim…

                                         Ana beatriz Alexandre de Sousa

 
 O amor
O amor nos prega peças
E nem sempre podemos esquecer
É uma lição de vida que nos faz aprender
Que nem sempre iremos amar e amados ser
É uma tentativa de achar a felicidade em outro alguém
Há vários tipos de amor… Amor de amigo
 Amor de pai, amor platônico…
Amor não correspondido…
Nem sempre nos traz alegria
Mas não deixa de ser
 A coisa mais desejada de todo ser…
                   Ana beatriz Alexandre de Sousa

 O amor

O amor nos prega peças

E nem sempre podemos esquecer

É uma lição de vida que nos faz aprender

Que nem sempre iremos amar e amados ser

É uma tentativa de achar a felicidade em outro alguém

Há vários tipos de amor… Amor de amigo

 Amor de pai, amor platônico…

Amor não correspondido…

Nem sempre nos traz alegria

Mas não deixa de ser

 A coisa mais desejada de todo ser…

                   Ana beatriz Alexandre de Sousa

 

Anéis
Anéis significam compromisso
Por isso que eu odeio tanto esse anel no seu dedo
Por que significa que você já tem alguém
E esse alguém não sou eu
Como eu queria ser a pessoa
Que coloca esse sorriso no seu rosto
Mas você nem me deu essa chance
Há vários tipos de amor
E na roleta da sorte, tirei o pior
Um em que estou amando sozinha
E ao você colocar esse anel
Você esta dizendo ao mundo
Eu estou amando
E eu odeio não ser a pessoa
Que te faz feliz
Que te faz ficar bobo
E que te faz ficar ansioso
Por uma resposta
Que eu responderia aos mil ventos
SIM! SIM!
Mas não fui eu que respondi
Não fui eu …
Por isso eu odeio esse anel no seu dedo
Fui irônica ao dizer parabéns
Por que não percebe
Que eu sou apaixona por você?
Deveria estar feliz mesmo que não fosse
Você a colocar o sorriso em meus lábios
E essa promessa tento compri-la todos os dias
Disseram-me que a melhor solução para um coração quebrado e achar um novo dono
Mas uma coisa que eu não sabia
Era como isso difícil
Então admito que ele ainda seja seu
Ate que alguém me de um anel
Ana beatriz Alexandre de Sousa

Anéis

Anéis significam compromisso

Por isso que eu odeio tanto esse anel no seu dedo

Por que significa que você já tem alguém

E esse alguém não sou eu

Como eu queria ser a pessoa

Que coloca esse sorriso no seu rosto

Mas você nem me deu essa chance

Há vários tipos de amor

E na roleta da sorte, tirei o pior

Um em que estou amando sozinha

E ao você colocar esse anel

Você esta dizendo ao mundo

Eu estou amando

E eu odeio não ser a pessoa

Que te faz feliz

Que te faz ficar bobo

E que te faz ficar ansioso

Por uma resposta

Que eu responderia aos mil ventos

SIM! SIM!

Mas não fui eu que respondi

Não fui eu …

Por isso eu odeio esse anel no seu dedo

Fui irônica ao dizer parabéns

Por que não percebe

Que eu sou apaixona por você?

Deveria estar feliz mesmo que não fosse

Você a colocar o sorriso em meus lábios

E essa promessa tento compri-la todos os dias

Disseram-me que a melhor solução para um coração quebrado e achar um novo dono

Mas uma coisa que eu não sabia

Era como isso difícil

Então admito que ele ainda seja seu

Ate que alguém me de um anel

Ana beatriz Alexandre de Sousa

 
Azul
Essa é a cor dos olhos dele
Os olhos que tanto me encantam
Que tanto me seduzem
Eu só não entendo
Como pode um olhar
Mudar tanto a vida de alguém
Como o seu mudou a minha vida
Eu só queria saber isso
Pois e um fato que eu não posso mudar
Eu só queria saber a magia
Que seus olhos têm
Para atrair todo meu mundo pra eles
Fazendo eles se tornarem tudo oque eu quero ver
Oque seu sorriso não mostra de verdade
Desde tristeza a felicidade
Uma vez me disseram que os olhos são a janela da alma
E eles tinham razão
Pois eu vi em você
Eu vi em seus olhos azuis
A beleza que nem todos podem enxergar
E que eu nunca vou esquecer
                                   Ana beatriz Alexandre de Sousa

Azul

Essa é a cor dos olhos dele

Os olhos que tanto me encantam

Que tanto me seduzem

Eu só não entendo

Como pode um olhar

Mudar tanto a vida de alguém

Como o seu mudou a minha vida

Eu só queria saber isso

Pois e um fato que eu não posso mudar

Eu só queria saber a magia

Que seus olhos têm

Para atrair todo meu mundo pra eles

Fazendo eles se tornarem tudo oque eu quero ver

Oque seu sorriso não mostra de verdade

Desde tristeza a felicidade

Uma vez me disseram que os olhos são a janela da alma

E eles tinham razão

Pois eu vi em você

Eu vi em seus olhos azuis

A beleza que nem todos podem enxergar

E que eu nunca vou esquecer

                                   Ana beatriz Alexandre de Sousa

(Source: meuspoemasesdeamorquecidos)

12345678910»